2016-02-12

Quaresma: retorno para Deus!






Chega a Quaresma e na homilia (03/2 – Quarta-feira de Cinzas) o padre dizia: “A Quaresma é retorno. Seu sinônimo é volta para Deus”. E complementou: “Quaresma é retorno para a convivência fraterna, para a luz da fé, pra vida sacramental. Nada disso deve ser formalismo, nem farisaísmo, mas mergulho humilde na intimidade com Deus”.

Fiquei pensando nessas palavras e elas não me saíram da mente e do coração. Não sei a sua distância ou aproximação de Deus, como anda o seu coração, suas motivações, suas esperanças, sua alegria em ser de Deus e de servir a Deus. Eu só sei do que se passa comigo nesses aspectos e isso, eu diria, já é uma Quaresma, ou, já é fruto do desejo de viver a Quaresma. Olhar para si mesmo, bater no próprio peito e se reconhecer pecador e necessitado de retorno, ah, isso já é ação de Deus nesta quaresma.

Seu simbolismo e sua mensagem concreta vão além da dimensão mais pessoal e íntima, mas o  centro da quaresma é mesmo a volta para Deus. A meta é a Páscoa do Senhor, a atualização do mistério e da memória da nossa salvação. Portanto, resgatar a memória da nossa história, do que somos e do caminho a percorrer dentro da vontade de Deus são os maiores frutos da Quaresma como tempo de conversão. Esta conversão levará, consequentemente, ao compromisso com o outro, com os contextos nos quais estamos inseridos como missionários batizados, porém, isto só será possível se o nosso coração estiver em permanente retorno para Deus. Ele nos dê a sua graça. Feliz Quaresma!


Ant. Marcos

0 comentários:

Postar um comentário