"As devidas razoes de um coração que crê e espera na fé" (1 Pedro 3,15)

2012-10-22

Vamos adiante com a Igreja



Vejo a evangelização como um desafio em nossos dias, mas não a encaro de maneira desencorajada, muito menos desesperançosa. Sei o quanto ela é necessária, sobretudo em dias nos quais acontece a perda da paixão pela verdade em meio à confusão de tantas verdades. A Igreja reunida dialoga sobre a fé, sua missão e implicações. A fé é de fato um caminho pascal e não um estado cômodo ou apenas um sinal infrutífero do ser cristão. A Igreja se faz "porta da fé", ainda que outras tantas "portas" estejam à disposição das pessoas. A Verdade tem uma face, tem uma voz, um percurso... A fé autêntica sabe reconhecer o que também é digno de crédito. Vamos adiante com a Igreja. Façamo-nos portas da fé para muitos que, desacreditados, já não sabem as devidas razões de uma vida de fé.

Marcos de Aquino

O nosso espaço: a salvação



Há um espaço em cada um que não muda na sua ausência e saudade, nas suas procuras e desejos, o espaço que concerne ao Criador. Temos necessidade do seu amor, da sua luz, da sua amizade. Os dias passam, a história escreve suas páginas, inclusive dentro de nós, mas o encontro com o amor de Deus é uma experiência de salvação que pede sempre atualização existencial. Portanto, há um espaço em nós que não muda, o espaço da necessidade da felicidade, ainda que as vicissitudes da vida desafiem esse espaço. O amor de Deus é a nossa felicidade, não importa o que queira dizer o contrário. O nosso lugar, o nosso espaço é o espaço da salvação, que não há fronteiras. Sigamos adiante, sempre na esperança que nos possibilita a fé. Prossigamos nas nossas procuras, e "não desistamos de nunca desistir", como diz a canção do Rosa de Saron. Deus seja sempre tudo em nossas vidas, seja a nossa verdadeira felicidade.

Marcos de Aquino