2012-07-06

Eu vejo e sinto o reclamar do coração


Cada dia eu vejo e sinto a futilidade de tantas coisas, a insignificância de tantas ações, a frieza do amor em muitos corações, a indiferença no olhar e no ver o outro, a estupidez de vivermos tão presos a nós mesmos, tão cegos e egoístas, dados a projetos que visam apenas nossos interesses mesquinhos. Cada dia eu vejo e sinto o reclamar do coração pela felicidade, pelo amor, pela companhia como protesto à solidão, a esse individualismo que asfixia nossas forças e propósitos para o bem de si e dos outros. Cada dia eu vejo e sinto o grito da esperança por dias melhores, pelo manifestar dos filhos de Deus. É bem  verdade que cada dia eu vejo e sinto que em mim e em muitos a fé e a certeza absoluta de que Deus não nos abandonou é como chama que nenhuma torrente pode apagar. Não há felicidade sem Deus. Ele é santo, Ele existe e é "denunciado", manifesto pelo amor no coração de cada pessoa que escolhe a vida, o bem, o perdão, a alegria, o entusiasmo, as oportunidades para construir o Reino da Verdade no coração de cada homem. Sim, eu vejo e sinto, ...eu creio e desejo!

Antonio Marcos

0 comentários:

Postar um comentário