2012-04-06

Levanta-te dentre os mortos, eu sou a vida dos mortos

Assim reza a Liturgia das Horas, Sábado Santo (II Leitura): "Um grande silêncio reina hoje na terra, um grande silêncio e uma grande solidão. Um grande silêncio porque o Rei dorme. A terra tremeu e acalmou-se porque Deus adormeceu na carne e foi acordar os que dormiam desde séculos... Ele vai procurar Adão, nosso primeiro Pai, a ovelha perdida. Quer ir visitar todos os que se assentaram nas trevas e à sombra da morte. Vai libertar de suas dores aqueles dos quais é filho e para os quais é Deus: Adão acorrentado e Eva com ele cativa. 'Eu sou teu Deus, e por causa de ti me tornei teu filho. Levanta-te, tu que dormes, pois não te criei para que fiques prisioneiro do inferno. Levanta-te dentre os mortos, eu sou a vida dos mortos'".

Fonte: Catecismo da Igreja Católica, 635.
Imagem: Ícone da descida de Cristo à mansão dos mortos.

0 comentários:

Postar um comentário