Jovem Reinauldi: perfume derrramado, vida ofertada!

Escrito Por Antonio Marcos na terça-feira, abril 17, 2012 1 comment
Durante esses dias foram de "respostas definitivas" para os irmãos da CV e CA Shalom. Chamado de amor a uma Pessoa, Jesus Cristo, e não a coisas e lugares, contextos e situações, porque tudo isto passa, mas o objeto do nosso amor, a razão maior de nossa felicidade, isto sim, permanece para sempre! Dias de firmar uma decisão que foi maturada ao longo dos anos, sejam eles poucos ou muitos, pois o que vale é a intensidade do amor, a identificação e comunhão de coração, de sentimentos, de planos, de vida e morte. Foram dias de um bonito "Sim" que provocou lágrimas, sorrisos, lembranças, decisões... E víamos claramente no rosto dos irmãos que não se tratava de uma chegada, mas de uma partida, um recomeço, um colocar-se a caminho no compromisso de ir até o fim, custe o que custar, “e custará”, como todos o sabemos! Um recomeço a partir daquela nova experiência: "Pedro, tu me amas?", ou, "Mulher, ninguém te condenou?". Dias nos quais esta canção se tornou tão viva: "Quero ofertar minha vida, gastar os meus dias, minha juventude por amor, porque o meu perfume não se espalhará se não se derramar por amor a Deus". O seu perfume foi ofertado, caro Reinaudi, e Deus o recebeu com alegria. O céu é assim: tem sua brevidade na vida de muitos, chega logo depois do entardecer, numa hora bonita de se contemplar o sol, a beleza do criado, mas tudo se faz dentro de um mistério de amor. O mais importante não é querer entender, mas rezar com este mistério e desejar vivê-lo! E agora, reze por seus irmãos e irmãs de Vocação, mas também reze por nós batizados, reze pela Igreja em missão, reze pela juventude! É tempo de Páscoa, tempo no qual a Vocação Shalom se faz canal por onde sobe ao céu o "SIM" definitivo dos irmãos e irmãs. O seu SIM, caro Reinaudi, tornou-se incenso a levar o SIM dos outros. “A dor autentica o amor!” Deus o receba no céu!

De um irmão, amigo da Obra Shalom, que o conhecia e o admirava muito!
Antonio Marcos

Reinaudi Carvalho, 32 anos, era membro da Comunidade de Vida Shalom, Missionário na Argélia, e teve morte súbita na madrugada do dia 17 de abril de 2012.