2011-12-04

Os valores sobre qualquer emotividade

O Brasil vive neste dia o último capítulo do campeonato brasileiro, e para os que gostam - os torcedores equilibrados ou os “apaixonados em demasia” - é mesmo um dia de muitas emoções. A paixão e sedução do futebol são sempre contagiantes por aqui. A gente compreende que acaba sendo uma forma de proporcionar alegria ao povo brasileiro. Embora saibamos do poderoso e bem articulado jogo de interesses econômicos e ainda os contratempos da violência devido as rivalidades, desejamos que tudo seja um sadio modo de viver as paixões humanas e de celebrar o lado bom de torcer, ganhar ou perder. O Brasil se despediu neste dia do ex-jogador da Seleção Brasileira, Sócrates, vitimado pelo câncer. Venceu tantos desafios, lutou por causas civis, proporcionou alegrias pela arte do futebol, mas dobrou-se aos limites do corpo humano. Tudo passa, permanece a memória das alegrias! Que o futebol seja uma oportunidade de viver alegrias coletivas neste mundo de tantos isolamentos. Ganhar ou perder faz parte, mas que seja vivido com arte, não com ódio. Somos brasileiros, somos um povo, temos valores que prevalecem sobre qualquer emotividade.

Antonio Marcos

0 comentários:

Postar um comentário