2011-09-01

Reabrir ao homem atual o acesso a Deus

Papa Bento XVI fala sobre o anúncio da Palavra de Deus

Dirijo-me a todos os fiéis com as palavras de São João na sua primeira carta: “Nós vos anunciamos a vida eterna, que estava no Pai e que nos foi manifestada – o que vimos e ouvimos, isso vos anunciamos, para que também vós tenhais comunhão conosco. Quanto à nossa comunhão, ela é com o Pai e com seu Filho Jesus Cristo” (1Jo 1,2-3). O Apóstolo fala-nos de ouvir, ver, tocar e contemplar (cf. 1Jo 1,1) o Verbo da Vida, já que a Vida mesma se manifestou em Cristo. E nós, chamados à comunhão com Deus e entre nós, devemos ser anunciadores deste dom. nesta perspectiva querigmática, o Sínodo da Palavra (5 a 26 de outubro de 2008) foi um testemunho para a Igreja e para o mundo de Como é belo o encontro com a Palavra de Deus na comunhão eclesial.

Portanto, exorto todos os fiéis a redescobrirem o encontro pessoal e comunitário com Cristo, Verbo da Vida que se tornou visível, a fazerem-se seus anunciadores para que o dom da vida divina, a comunhão, se dilate cada vez mais pelo mundo inteiro. Com efeito, participar na vida de Deus, Trindade de Amor, é a alegria completa (1Jo 1,4). E é dom e dever imprescindível da Igreja comunicar a alegria que deriva do encontro com a Pessoa de Cristo, Palavra de Deus presente no meio de nós. Num mundo que frequentemente sente Deus como supérfluo ou alheio, confessamos como Pedro que só Ele tem “palavras de vida eterna” (Jo 6,68). Não existe prioridade maior do que esta: reabrir ao homem atual o acesso a Deus, a Deus que fala e nos comunica o seu amor para que tenhamos a vida em abundância (cf. Jo 10,10).

Fonte: Bento XVI. Verbum Domini (Introdução).

0 comentários:

Postar um comentário