Levanta-te e fica aqui no meio...

Escrito Por Antonio Marcos na segunda-feira, setembro 05, 2011 Sem Comentários

O episódio bíblico em que descreve a cura do homem da mão seca, realizada por Jesus na sinagoga (cf. Lc 6,6-11), é intrigante quando alguns detalhes não passam despercebidos de nossa leitura e meditação. Certamente aquele homem deveria estar ali num lugar recolhido, pois sua deficiência o deixava inferior aos outros, e nem mesmo ousasse levantar a voz, muito menos esperava o que lhe aconteceria. Porém, também é possível imaginar que desejasse se aproximar de Jesus e lhe pedir a cura, afinal o pregador já estava bem “famoso” como aquele que fazia prodígios. Ou será que aquele homem da mão seca fora ali, na sinagoga em pleno sábado, dia do culto judeu por excelência, exatamente porque soubera que Jesus estaria lá? Ninguém sabe. Mas o encontro se deu, felizmente. O homem da mão seca, na verdade, passou a ser observado pelos escribas e fariseus pra ver se Jesus o curaria, diz o evangelista. É lindo ver o texto sagrado dizer que “Jesus conhecia os pensamentos deles”. E aí vem o momento mais desconcertante, quando Jesus diz ao homem da mão direita seca: “Levanta-te e fica aqui no meio”.

Ficar no meio da sinagoga, aos olhos de todos, era algo para quem exercia na mesma alguma autoridade, algo impensável praquele homem deficiente dentro de uma cultura legalista e preconceituosa. Agora, temos de pensar na coragem do homem em ter ido para o meio, ser exposto ao ridículo, mas era o começo da sua vida nova. Desta vez o ridículo revelaria a sua cura e não a humilhação e destruição de sua dignidade. Desta vez todos o olhariam e ficariam calados com os questionamentos de Jesus. “Sim, hoje é sábado, dia sagrado, mas por que vocês vivem uma religiosidade sem dar prioridade à caridade e o bem dos outros? Que Deus é este que prefere o culto a libertação dos que sofrem? Um não estar em função do outro? Sim! Deus quer o culto, mas o quer para que a nossa vida corresponda com aquilo que celebramos”. Bem, será que isto ainda acontece hoje? Será que me lembro da Palavra e da Eucaristia quando o dia a dia me proporciona oportunidades para amar e salvar os outros? Será que ainda há muito legalismo aqui dentro de mim? Senhor, cure este coração e esta minha fé. Cure minha mentalidade e ações legalistas e, se preciso for, leve-me para o meio da sinagoga, que as humilhações sejam para um recomeço...  

Antonio Marcos