2011-09-26

Jovens, vocês me edificaram!


No Congresso Nacional de Jovens Shalom 2011, realizado no último final de semana (23 a 25 de setembro, em Fortaleza), um dos fortes momentos foi, sem dúvida, a pregação do Moysés Azevedo, fundador da Comunidade Católica Shalom. Os milhares de jovens presentes, vindos de todas as partes do Brasil, esperaram ansiosos por esse momento, porque sabem do grande amor que ele tem pelos jovens. Suas palavras são sempre edificantes e encorajadoras. Abaixo estão os principais trechos da pregação deste “profeta da juventude”.

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo!

Meus queridos jovens, o homem de hoje possui várias esperanças, distintas até. Ele direciona sua vida na esperança de ter um amor humano; esperança de ter uma profissão, destaque no trabalho e de ter o sonho por ser famoso. Porém, bem sabemos, quando realiza tais esperanças, percebe que não era a totalidade do que trazia no mais profundo de si. A totalidade do meu ser vai sempre além, exige mais.

O homem precisa de uma esperança que esteja para além dele mesmo, pois as esperanças humanas não preenchem nosso ser. A esperança é a virtude teologal que corresponde ao desejo de nossa alma. Nossa alma tem o desejo do infinito. Na Encíclica “Salvos na Esperança”, afirma o papa Bento XVI: “A verdadeira e grande esperança do homem só pode ser Deus”. O jovem quer tudo, aspira tudo! E o tudo só se tem em Deus!  Você deseja mais ou menos, pouco ou muito? (a assembleia responde: Tudo!). Pois bem, saiba que esse “tudo” tem um nome: Jesus! Ele, somente Ele, nunca te decepcionará.

Recordemos Santa Teresinha que desejava intensamente o céu e que na hora de sua morte, já sofrendo, confessou: “Meu Deus, Tu superastes todas as minhas expectativas!” Meu Jovem, esta é a esperança que vos anuncio: Jesus! O Catecismo da Igreja Católica nos diz que “A esperança fundada em Cristo é uma âncora no céu”. Uma âncora mantém o navio preso naquele lugar. Cada vez que eu exercito minha esperança, a eternidade vai entrando em mim e o céu vai se fixando no meu interior.  Jovens, se o desejo dos vossos corações for Jesus Cristo, então isto se chama esperança verdadeira, autêntica.

A âncora da esperança é que vai nos fazer firmes na Fé e nos levar a uma ação. O desespero nos leva para o inferno já nesta vida. Já a esperança, ela nos leva para o céu já nesta vida. É isto que chamo de antecipação do céu. O que é a Esperança? Responde o Catecismo: “É a virtude teologal, através da qual desejamos o reino dos céus e a vida eterna como nossa felicidade”. O que é o Reino dos Céus? “É o Deus com o rosto humano, Jesus!”, é o que nos diz o papa Bento XVI. Desejamos Jesus quando e como Ele se apresenta nas nossas escolhas!

Meus queridos Jovens, não vos desanimem! O pecado nos leva a quedas e traições, mas olhem sempre com esperança para a misericórdia de Jesus. Não importa o pecado que você tenha cometido, Deus nunca perderá a esperança em você. É a esperança que nos joga para o céu, que nos faz vestir as vestes da eternidade. Deus não te olha como um mendigo, mas como um candidato à santidade. Um exemplo é a eucaristia: nela Deus nos dá aquilo que é só dele, no caso, a santidade!

Recordo-me as palavras de Bento XVI aos jovens: “A esperança é uma arma que nos protege do mundo de hoje”. Disse isso o papa porque, como sabemos, vivemos uma grande batalha espiritual. Conto-vos o que aconteceu na Jornada Mundial da Juventude na Espanha: Estava um sol de 40 graus no momento que o papa chegou. De repente, as nuvens começaram a se formar, o tempo fechou e começou a cair uma chuva muito forte. Todos os jovens que estavam ali começaram a ficar encharcados. Tudo era levado pelo vento... Então, os jovens começaram a gritar: “Esta é a juventude do papa! Esta é a juventude do papa...!”

Os que estavam mais próximos ao papa, disseram ter visto suas lágrimas descerem pelo rosto... Foi então que um dos sacerdotes se aproximou e disse: “Santo Padre, está ficando perigoso aqui, vamos sair?” O papa perguntou: “Os jovens vão ficar?” Sim, eles ficarão, confirmou-lhe o sacerdote. “Então também eu ficarei!”, confessou o santo padre. Veio-lhe a inspiração de fazer uma adoração a Jesus Eucarístico. Durante esta, assim se dirigiu o papa aos jovens: “Meus queridos jovens, vocês me edificaram!”

Eu, Moysés, vos digo: Muitas vezes as nuvens negras se formam em nossas vidas. Porém, mantenhamos a esperança em Deus, pois a última palavra em nossas vidas será a da misericórdia. Meus jovens, Cristo é a nossa esperança! Este mundo caminha para a morte, mas se engana quem acha que o cristão perdeu a esperança no mundo. Se nos deixarmos crucificar com Cristo, o pecado é que morrerá, e não nós. Vocês são chamados a ser a diferença deste mundo! Tenham a marca de Cristo na vossa carne e serão sinais de esperança para os outros jovens.

Quando você é diferente as pessoas percebem! Quando você é diferente os olhos se voltam para você, porque há a necessidade do testemunho da esperança. Assim, caros jovens, vocês levarão Jesus Cristo para este mundo. Eis a minha, a sua, a nossa responsabilidade. Abracem-na! Quebrem os vossos vasos e deem o melhor perfume aos outros, Jesus Cristo. Não o guarde para si. Tenham coragem! 

Por: Luciana de S. Carvalho
Obra Shalom - (Grupo de Oração "Kénosis', Shalom de Fátima, Fortaleza) 

0 comentários:

Postar um comentário