Vocação Shalom, 29 anos: a gratidão é a memória do amor!

Escrito Por Antonio Marcos na sábado, julho 09, 2011 Sem Comentários
A Igreja é viva! A Igreja é jovem! São palavras de Bento XVI que ecoam, jubilosas, em meu coração. O Espírito realmente conduz a barca de Pedro no decorrer da história da humanidade e, não obstante as tempestades das fragilidades humanas leva-a, segura, ao alto mar para realizar a pesca milagrosa” (Moysés Azevedo, EsSh, CC2005, 173.174). Encontramos neste trecho dos Escritos Shalom o que mais traduz este espírito de ação de graças que toda a Comunidade Católica Shalom vive neste dia, 09 de julho, aniversário de 29 anos de existência.
O louvor do coração do Moysés se dirige ao Espírito de Deus. É Ele o autor destas maravilhas de que somos testemunhas, o dom Shalom com suas inúmeras facetas de ousadia e ação evangelizadora, mas um único coração, um único alvo, um só objetivo: tornar o Nome de Jesus conhecido e amado no coração do homem, porque “Ele é a nossa Paz!” (Ef. 2,14). É maravilhoso ver o fundador fazendo referência à Igreja. Ela é viva, é jovem, por isso nós também! “Existimos para evangelizar, para servir à Igreja, caso contrário, não teria sentido”. E o mais fascinante: essa barca, frágil por sua vez, vai ao alto mar para realizar a pesca milagrosa, não obstante as tempestades. E quantas tempestades esta Obra de Deus tem passado e haverá de passar, mas “é Deus que está comando”, diz Moysés Azevedo! Bendito Seja Deus por suas maravilhas!
Carisma Shalom, 29 anos! Não foram poucos os que ouviram as palavras de Jesus: "Vem, Tomé, aproxima a tua mão e toca o meu lado aberto, torna-te um homem de fé" (Jo 20, 27). Esta foi a feliz experiência que o dom Shalom mediou na minha vida e na vida de muitos. A gratuita misericórdia de Deus nos alcançou por meio deste "vaso de argila", mas que tem como autor e sustentador o próprio Deus, Aquele que faz novas todas as coisas. Obrigado, meu Deus, pelos 29 anos do Carisma Shalom. “Vem, Senhor, renova os sinais e repete as maravilhas!” (Eclo 36,6). Não somos mais os mesmos. A gratidão é a memória do Amor!
Antonio Marcos