2011-04-16

Não leve em conta os meus gritos e revoltas

O caminho da identificação com Cristo não se faz apenas nos momentos de alegria, é preciso que toquemos o fundo do cálice que nos é oferecido para beber. “Podeis beber o cálice?”, pergunta Jesus a Tiago e a João. “Podemos”, foi a resposta.  Hoje biblistas nos dizem que eles provavelmente não se deram conta de que cálice Jesus falava, assim como nós, quando dizemos o nosso sim a Deus, não sabemos qual será o nosso futuro, que cruzes se pousarão sobre as nossas costas. O nosso sim incondicional deve ser para tudo o que o Senhor decidir para nós. Cremos no amor de Deus e não necessitamos que Ele nos consulte; a Ele damos a nossa liberdade. Diante desta leitura (cf. Is 50, 4-7), podemos dizer ao Senhor: “Não leve em conta os meus gritos e revoltas, tu sabes que hoje te entrego tudo”.
Autor e Fonte: Frei Patrício Sciadini, ocd. Comentários Pão da Vida, Domingo de Ramos e Paixão do Senhor, Edições Shalom, abril de 2011.

0 comentários:

Postar um comentário