2011-03-02

Vim para dizer te amo Jesus, és tudo para mim!


Dizia Joana D’Arc já na sua França nublada em relação à primazia de Deus: “Dieu premier servy”. E ela tinha razão, pois há que “servir primeiro a Deus”. A partir desta experiência que deve transformar-se em convicção fundamental, toda a nossa vida no mundo pode obter o sentido de um serviço divino. Nesta mesma perspectiva pensava o teólogo Von Balthasar: “Quem não ouvir primeiro a Deus, nada tem a dizer ao mundo. ‘Fastigar-se-á por muitas coisas’, mas omitirá o necessário, e o pior, inventará pretextos para justificar essa omissão” (Quem é Cristão? 2004). Afirmou e já repetiu Bento XVI tantas vezes: “Rezar não é perder tempo, especialmente em dias como os nossos!” Recentemente, na Catequese dedicada à Santa Teresa de Ávila, recordou suas palavras: “rezar significa tratar de amizade com Deus”.
Quando nos dirigimos às nossas Capelas, seja onde for, temos a alegria de vermos tantos ali, recolhidos na experiência da meditação e da adoração ao Senhor Jesus Cristo, presente no Santíssimo Sacramento do Altar. Essas pessoas ficam absortas pelo Mistério de Amor. E detalhe: não são pessoas desocupadas, muito menos alienadas. Não estão ali por falta de opção, porque muitos fazem de tudo para ao menos olhar Jesus e adorá-Lo. E o surpreendente é que fazem isso nas horas diversas, inclusive no intervalo do almoço do trabalho e nas madrugadas de vigília. O mais importante é aprendermos a visitar a Jesus Eucarístico para adorá-Lo e amá-Lo também desta forma tão pessoal e tão eclesial. Como diz a canção: “Vim para adorar-te, vim para dizer te amo Jesus, és tudo para mim!”
 É belo contemplar essa sede de Deus que volta ser inquietante nas pessoas. Quem nunca entrou numa Capela para adorar a Jesus, pricipalmente, quando o coração se encontrava apertado, dilacerado pela dor ou por tantos desafios na vida, e ali, na presença de Jesus misericordioso, apenas a contemplá-Lo, deixamos nossas lágrimas manifestar nossa pequenez e fomos visitados pela Sua paz?  Adorar Jesus Eucarístico é entrar no Seu coração e viver o que diz a Sua Palavra: “Vinde a mim, vós que andais cansados e curvados, e eu vos aliviarei. Tomai meu julgo e aprendei de mim, que sou tolerante e humilde, e vos sentireis aliviados. Pois meu jugo é suave e minha carga é leve” (Mt 11, 28-30).
Antonio Marcos

2 comentários:

  1. A paz do Senhor Jesus,
    Excelente esta postagem, e o conteúdo deste abençoado Blog !
    Já estou seguindo com certeza, e já indiquei para alguns amigos e vou continuar a divulgar. Vai ser vitórias para todos!

    Aproveito a oportunidade
    Para lhe convidar para ser
    Mais um amigo da “ROCHA”

    www.afamilianarocha.blogspot.com
    www.cristinaalvescantora.blogspot.com

    Fique com Deus!

    ResponderExcluir
  2. Lembrei-me de Santo Agostinho que dizia: "Fizeste-nos, Senhor, para ti, e o nosso coração anda inquieto enquanto não descansar em ti." É isso que nos faz adorar, mesmo que muitos não compreendam... e ainda diz o salmista: " Assim como a corsa suspira pelas águas, por Ti suspira a minh'alma."

    Shalom Irmão!

    ResponderExcluir