2011-02-24

Os jovens precisam de guias, e disponíveis, para encontrar o amor!

Se em cada período da sua vida o ser humano deseja afirmar-se, encontrar o amor, na juventude o deseja de uma forma ainda mais intensa. O desejo de afirmação, em todo caso, não deve ser entendido como uma legitimação de tudo, sem exceções. Os jovens de modo algum querem isso: estão dispostos inclusive a serem repreendidos, exigindo que se diga a eles sim ou não. Eles precisam de guias, e os querem disponíveis. Se procuram pessoas abalizadas, fazem-no porque as percebem ricas de calor humano e capazes de caminharem junto com eles pelos caminhos que escolhem seguir.

Fica claro, portanto, que o problema essencial da juventude é profundamente pessoal. A juventude é precisamente o período da personalização da vida humana. É também o período da comunhão. Os jovens, tanto os rapazes como também as moças, sabem da obrigação de viver para os outros e com os outros, sabem que a sua vida tem sentido na medida em que se torna um dom gratuito para o próximo. Aí tem origem todas as vocações: tanto as sacerdotais ou religiosas como também as vocações ao matrimônio e à família. Também a chamada para o matrimônio é uma vocação, um dom de Deus.

Fonte: João Paulo II. Cruzando o limiar da esperança (Perg./Resp. 19), 1994.
Imagem: Jovens da "Obra Shalom" - Missão Brasília

2 comentários:

  1. Marcos, gostei muito do seu blog, me chamo wagner e moro em natal, sou consagrado da com. Shalom e tb ingressei nessa de evangelizar pelo blog dá uma olhada ai e me posta o que vc achou. Acho importante que tenhamos um retorno de nosso desejo de Evangelizar.wagnergamarn.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Olá caro Wagner Gama, Shalom!
    Obrigado por sua visita e participação no Blog. Que bom saber que também desejas colaborar com a evangelização através das páginas da Web, o que muito se precisa nesses dias. Incentivo-o a prosseguir com compromisso e dedicação para que possas dar o melhor para o povo de Deus. Deus nos dá a graça! Já dei uma olhada no seu Blog, mas preciso fazer isso outra vez com mais calma, só então te farei um comentário no desejo de ajudá-lo, ta certo? Que Nossa Senhora nos guarde! Abraços!

    ResponderExcluir