O valor de um bom referencial nas nossas vidas!

Escrito Por Antonio Marcos na quarta-feira, janeiro 12, 2011 Sem Comentários

Durante uma viagem à África eu pude ouvir histórias sobre diferentes tribos. Uma delas me comoveu. Uma história musical. É o relato de um costume preservado por anos e anos numa tribo da África Central.
Segundo o relato, para cada criança que nasce uma música é composta. Uma oferenda que marca a entrada da criança no mundo. Música que estará diretamente ligada à identidade pessoal. Ela cumpre o papel de ser a trilha que sonoriza os momentos importantes da vida daquele que a recebeu. Há um detalhe interessante. Dizem que, além de ser cantada nas celebrações felizes, a música também é utilizada por ocasião de grandes deslizes cometidos pela pessoa proprietária da música. Funciona como uma espécie de purificação. Ao perceber o desvio de caminho, a comunidade se reúne e canta, para que a pessoa, ao ouvir a sua música, tenha a possibilidade de voltar ao formato original, ao início de tudo, momento em que a música lhe foi ofertada.
Esse costume me fez pensar no quanto é necessário ter um referencial que nos faça voltar ao estado primeiro das coisas. Uma voz, uma palavra, um lugar, uma música, enfim, qualquer coisa que pertença à nossa memória afetiva, e que tenha o poder de nos fazer enxergar melhor o contexto de nossas escolhas. Algo que nos ajude na reconciliação com nossos limites, sobretudo no momento em que os erros prevalecem sobre os acertos e a vida se apresenta difícil demais diante de nossos olhos. [Destaque meu]
A história me fez refletir sobre a arte de recomeçar. Verdade ou lenda? Não importa. A história já virou verdade em mim. A partir de hoje quero estar atento a tudo o que me recorda quem sou. É bem provável que mais cedo ou mais tarde a gente precise deste instrumental. Há momentos da vida que só são suportáveis se estivermos suportados por alicerces bem construídos.
Autor: Pe. Fábio de Melo
Fonte:
Cartas entre amigos, Sobre ganhar e perder, São Paulo, 2010 (Trecho da 10ª Carta)