O mundo parece que está acabando!

Escrito Por Antonio Marcos na quarta-feira, janeiro 12, 2011 Sem Comentários

Quem teve a oportunidade de ver o noticiário da noite (quarta-feira, 12 de janeiro), certamente, assim com eu, ficou chocado com a tragédia provocada pelo alto volume de chuvas, gerando as enxurradas e deslizamentos nas cidades de Nova Friburgo, Petrópolis e Teresópolis, todas no Rio de Janeiro. Impressionante e muito doloroso tal acontecimento. Como dizia a reportagem: “o mundo veio abaixo!”
Não me contive em ver tantas pessoas desoladas e chorando pela perda de seus parentes. Já são quase 300 mortos e esse número pode crescer assustadoramente! Os motivos? São tantos, mas os especialistas destacam dois: o crescimento desordenado das cidades e a ocupação irregular das encostas, o que carece de fiscalização porque o solo naquela região é de pouca consistência, ainda que cercado de mata atlântica. E a previsão é de mais chuvas e, provavelmente, mais tragédias, infelizmente!
Em todos os lugares assolados pelas enxurradas a temática é a mesma, expressa na frase que ouvi na reportagem, o que parece até uma afronta, mas é a verdade porque não deixa de ser uma crítica aos órgãos competentes: “Este fato apavora, mas não surpreende!” A frase não precisa de explicação, o bom entendedor, consciente da nossa realidade política e econômica, sabe bem o que significa.
Chamou-me a atenção o início da reportagem quando uma criança, diante da tragédia aos seus olhos, afirmou comovidamente: “O mundo parece que está acabando!” Quanta verdade nesta afirmação! E aqui não se trata de uma questão religiosa, não é isso, mas, de fato, o mundo está acabando e seus destruidores somos nós mesmos. Mais uma vez “uma criança nos surpreende”, porque inocenta Deus disso tudo e manda um recado claro para o mundo, para mim, para nós!
Antonio Marcos