2010-10-18

Deus gosta tanto de cuidar de nós assim...


Estava ontem meditando nas leituras bíblicas do 29º Domingo do Tempo Comum e fiquei pensando na realidade vivida por Moisés ao interceder por Josué, líder do exército de Israel e que lutava contra o exército de Amalec. Moisés, pela oração, era o grande sustentáculo para que Israel continuasse a ter vantagens na batalha. Quando suas mãos erguidas para o céu ficaram fatigadas, foram então apoiadas por uma pedra e sempre ajudadas por Aarão e Ur (cf. Êx 17,8-13). Israel saiu vitorioso!

Pelo impressionante número de pessoas que encontramos dispostas a praticar o mal, a maquinar a derrota dos outros, a mentir e denegrir a imagem do próximo e muitas vezes por puro prazer, sem nenhum remorso ou sentimento de culpabilidade, às vezes achamos que as pessoas boas já não existem mais, e isto é um grande equívoco. Não só existem, mas convivem conosco, estão ligados a nós por laços sanguíneos, de fraternidade ou amizade. São pessoas que permanecem conosco quando chegam a dor, as lágrimas, a solidão e o sentimento de fracasso pelos erros e pecados. Não são cúmplices de nossos erros, porque sabem nos corrigir com caridade, mas, sobretudo, tornam-se apoio, acreditam de novo, incentivam-nos a não desistirmos do que nos dignificam, dos valores perenes, valores que nos levam para Deus.

Cada um de nós tem a quem agradecer por ter sido nas nossas vidas apoio, incentivo, presença do Deus vivo que ama e acredita sempre que não somos o nosso pecado, mas que somos pecadores sempre possíveis de um recomeço porque a graça de Deus é sempre uma fonte inesgotável de vida nova. Que belíssimas palavras aquelas do Salmo 120 (as duas últimas estrofes): “O Senhor é o teu guarda, o teu vigia, é uma sombra protetora à tua direita. Não vai ferir-te o sol durante o dia, nem a lua através de toda a noite. O Senhor te guardará de todo mal, ele mesmo vai cuidar da tua vida! Deus guarda na partida e na chegada. Ele te guarda desde agora e para sempre”. Penso que Deus gosta muito de cuidar de nós assim, por meio de algumas pessoas que ele envia para a nossa existência, portanto, sejamos para com elas gratos e apoios na oração.

Antonio Marcos

0 comentários:

Postar um comentário