2010-09-28

Seja qual for a situação, o aborto deve ser evitado!


Na defesa suprema da vida, dizem as religiões, o aborto deve ser evitado em qualquer caso: é melhor alguma mulher ficar com o fruto indesejado do estupro ou da anencefalia do que introduzir na humanidade inteira a ideia de que algum momento um homem possa pôr as mãos sobre a vida de outro homem. O mesmo diga-se da eutanásia para fugir da dor: a Religião ensina o valor salvífico da dor. O mesmo diga-se da eliminação de embriões, que possuem um espírito imortal, o qual continua vivo no além após a morte em laboratório.
A Ética religiosa professa que, uma vez arranhada a lei suprema da vida por alguma razão aparentemente aceitável, o caminho fica aberto a outras milhares de razões para ofender milhões de vidas. Os países campeões em aborto, por exemplo, são também campeões em assassinatos diários de rua em humilhação econômica de milhões de seres viventes. Uma vez instaurado o círculo da morte, a vida fica golpeada em todos os níveis.
Fonte: Antonio Marchionni. Ética, a Arte do Bom, 2008.

0 comentários:

Postar um comentário