Sim, Deus existe!

Escrito Por Antonio Marcos na quinta-feira, junho 24, 2010 Sem Comentários

Enquanto muitos ateus gastam “energias vitais” numa insistência em querer permanecer na “ignorância de um racionalismo que os desumaniza”, os que creem asseguram que Deus não só existe, mas se encarnou. Viveu conosco, alegrou-se, sofreu, foi condenado, morreu, mas ressuscitou para a glória de Deus e salvação de todos os homens. O Vivente é Deus conosco! Não estamos caminhando às apalpadelas, mas na Luz do Senhor. Somos felizes não porque ”existam dores e sofrimentos” ou ausência deles, mas porque o Amor encheu de sentido o nosso viver. “Amou-nos ao extremo de dar a sua própria vida por nós” (cf. Jo 13,1). Deus é amor (I Jo 4,8).

Sim, Deus existe! O mal e o sofrimento não têm a última palavra. “O limite imposto ao mal é a misericórdia divina”, disse João Paulo II (Memória e Identidade). É necessário outra vez – mais do que nunca – dizer ao homem de hoje o que disse um dos maiores pensadores de todos os tempos e, acima de tudo, um dos homens que mais viveu à procura da Verdade e, felizmente, a encontrou. Deixou que a Verdade transformasse sua vida a partir de dentro e a ela dedicou todas as suas forças, seus dons, talentos, sua inteligência – Santo Agostinho de Hipona: “Expergiscere, homo: quia pro te Deus factus est homo”, “Desperta, homem, porque por ti Deus se fez homem”. Desperta, homem, porque o teu desespero em se recusar a crer já é um grito de socorro: ”Ajudem-me a sair dessa angústia!” Curtir a vida sem Deus não é “provavelmente” ter uma vida infeliz, mas uma certeza inquestionável de que não existe felicidade fora de Deus, e tudo é mesmo uma desilusão quando Deus é excluído da vida, da consciência, da alma, da fé e da inteligência. Sim, Deus existe!

Antonio Marcos