2010-06-25

Seleção Brasileira e solidariedade, um bom exemplo!




É preciso ver essas coisas e não esquecê-las, mas refleti-las, ainda que o técnico da Seleção Brasileira seja tachado de anti-imprensa: pedir desculpas ao torcedor por seus palavrões! “O torcedor não tem culpa pelos meus problemas pessoais ou por esta e aquela situação desafiante que passamos individualmente”, disse Dunga. Realmente isso faz jus ao lema escrito no ônibus da Seleção de que falamos aqui no primeiro artigo: “Lotado! O Brasil inteiro está aqui dentro!”

Da mesma forma a situação dos nossos irmãos, vítimas das enchentes em Alagoas e Pernambuco, é parte da indispensável responsabilidade de todos, e não somente das autoridades civis e, principalmente, não é hora de gastar energias para se achar um culpado. Essas reflexões ficam para depois da solidariedade e cada um pode fazer alguma coisa. É bonito quando o palco da imprensa divide as atenções entre a alegria do futebol, um novo adversário, um novo jogo, a mobilização de um país inteiro, as grandes concentrações, o clima de felicidade e confiança pela vitória, pelo título, pelos nossos jogadores, mas também é bonito ver essa mobilização pela solidariedade, pelos que perderam tudo, pelos nossos irmãos que estão sofrendo por causa desta catástrofe provocada pelas enchentes e transbordamento dos rios naqueles Estados. Parabéns à CARITAS, à CNBB, REDE GLOBO, ao BANCO DO NORDESTE e a tantas outras Instituições. Mas, de forma particular, parabéns a você que se sente na responsabilidade de fazer a sua parte, ainda que aparente insignificante. 

Acredito que os nossos jogadores saibam do que aconteceu em Alagoas e Pernambuco, com milhares de pessoas que são seus irmãos brasileiros, torcedores. No entanto, impressiona-nos ver como temos uma capacidade enorme de superação porque somos provados nas dificuldades e esperança, essa é a nossa história, não obstante os avanços a partir do voto consciente. Não foi a primeira catástrofe e nem será a última no Brasil. Fiquei pensando na resposta que uma senhora deu ao jornalista quando perguntada sobre o que faria daqui pra frente: “Deus me dê saúde para recomeçar outra vez! Estou viva, e isto é o mais importante!”. 
 
O pedido de desculpas do Dunga por respeito aos torcedores brasileiros mostra, de alguma forma, a co-responsabilidade por uma missão que cabe a todos. Kaká disse numa entrevista coletiva: “É muito importante para nós vermos a confiança e a alegria do torcedor brasileiro. Principalmente, ver a foto de um jogador nas mãos de uma criança hospitalizada. É por essas pessoas que estamos aqui”, concluiu Kaká. É, parece que o Futebol tem muita coisa a nos ensinar. Parece que a Seleção Brasileira, da comissão técnica aos jogadores, está dando sinais de solidariedade. Façamos aqui a nossa, parte não somente como torcedores, mas como membros da grande família de brasileiros da co-responsabilidade e solidariedade. Não seria este o maior título, o amor ao próximo? Tem razão o Kaká: “É por essas pessoas que estamos aqui!”.


Antonio Marcos

0 comentários:

Postar um comentário