2010-04-29

O que perdoa é o mais forte

Escreve, irmão Leão: Neste mundo, não há inimigos que resistam à bondade e ao amor. Não há ódio que não se desmanche, diante da força do Amor. Que é mais forte, o fogo ou a água? O mundo diz: odiar é dos fortes. Cristo responde: O que perdoa é o mais forte. O ódio é fogo, o perdão é água. Viste, alguma vez, o fogo acabando com a água? Quando os dois se enfrentam, é sempre o fogo que sucumbe.

Adianta alguma coisa lamentar-se dos males que nos rodeiam? Quando as pessoas dizem: Tudo está perdido, isto foi o fim, a esperança levanta a bandeira, dizendo: É aqui que começa tudo. Sim, a esperança é mais forte que o desânimo, o bem é superior ao mal. Escreve, irmão Leão: o estandarte da Pobreza. No alto do estandarte, estarão escritas as palavras: Paz e Amor.

Os quatro irmãos nem piscavam. Escutavam como filhos que recolhem, cuidadosamente, as últimas palavras de seu venerado pai. Francisco prosseguiu. Adianta alguma coisa atacar o erro? Em todo erro, há uma parte de verdade e muita reta intenção. Basta promover a bandeira da verdade, e o erro desaparece. Então, os que estavam sentados, à sua sombra, abrigam-se embaixo da verdade. A verdade é mais forte do que o erro.

(Inácio Larrañaga. O Irmão de Assis, cap. 6, Paz e Amor)

0 comentários:

Postar um comentário