2018-07-31

O poder de uma leitura




Na meditação da liturgia diária deste dia, 31 de julho, na qual a Igreja faz Memória Litúrgica de Santo Inácio de Loyola (Espanha, 1491 - Roma, 1556) fundador dos Padres Jesuítas, tive a oportunidade mais uma vez de ler algumas páginas sobre a sua vida, o que é sempre muito empolgante.

Depois de ser ferido em combate, pois era soldado e havia participado da guerra para proteger a cidade de Pamplona, vivia o seu período de recuperação (Castelo de Loyola). Lá não havia livros de cavalarias, mas uma Coleção sobre a história dos Santos. Dentre eles estava um que falava sobre “A Vida de Cristo”.

“Foi após o contato com os livros religiosos que ele percebeu, com atenção e paciência, que as ambições mundanas lhe causavam alegrias efêmeras, meros prazeres, ao passo que a entrega a Jesus Cristo lhe enchia o coração de alegria duradoura. Essa consolação foi, para Inácio, um sinal de Deus”.

Chegou a viver como eremita para que pudesse fazer suas anotações, no que viriam a ser os “Exercícios Espirituais”, uma riqueza utilizada pela vida da Igreja até os nossos dias. O retorno à missão lhe custou provas e perseguições e ele precisou estudar, ler, conhecer os mistérios da fé cristã e os dramas existenciais para ensinar melhor as pessoas

Santo Inácio de Loyola foi canonizado em 12 de março de 1622, pelo Papa Gregório XV. Fica a lição da importância de ser ler “coisas boas na nossa vida”, sobretudo nesses dias com tanta produção que tem apenas o fim lucrativo. Há leituras que não acrescentam nada de bom. As boas leituras nos ajudam a transformar a mente, o coração, as ações, a própria vida. O poder de uma leitura gera em nós uma força extraordinária de encontros e partidas.

Por Antonio Marcos

2018-07-30

Ir. Cristina: desfaçam-se das sombras e se deixem encher pela luz de Deus



Irmã Cristina Scuccia (30 anos), vencedora do The Voice Itália 2014, subiu ao Palco Principal do Festival Halleluya à noite de domingo, 29 de julho, para um show especial! Esperada pelo público, sua apresentação foi bastante acolhida e encantou a todos por seu talento, simplicidade, humildade e espírito missionário.

Mesmo tendo morado no Brasil, Mogi das Cruzes, no interior de São Paulo, entre 2010 e 2012, como noviça, Ir. Cristina teve dificuldade em algumas expressões em português, mas isso não a inibiu, sorriu, pediu a ajuda e todos amaram. Ela cantou músicas italianas, mas também clássicos da música cristã brasileira, como “amor eterno” da Comunidade Católica Shalom.

Segundo a Ir. Cristina, a canção “abraço eterno” expressa a sua gratidão a Deus pela chama de amor que a inflamou e a fez dar um sim definitivo a Deus para sempre. 29 de julho marca exatamente 6 anos de sua Consagração a Deus na Congregação Religiosa.

Ir. Cristina cantou com sua voz potente, assim como dançou , brincou e mostrou ao público que é uma freira feliz. Disse ela: “Estou me acostumando com essa nova missão que Deus me pediu! É muito grande e tem coisas que precisam ser trabalhadas em mim ainda, mas eu sei que Jesus fará, não devo me preocupar, mas corresponder ao seu chamado!”

“Digo a vocês ainda: Vivam na luz de Deus, pois isso é o mais importante, apesar de nossas sombras. Deixem que o Halleluya desfaça essas sombras e se deixem encher pela luz de Deus. Muito obrigado a todos! Trago sempre o Brasil no meu coração”.

Por Antonio Marcos
(Foto: Shalom / Vídeo: Arquivo do Blog 2018)

2018-07-29

Halleluya 2018: viver no amor de Deus é o que realmente vale a pena


O Festival Halleluya, realizado pela Comunidade Católica Shalom (Fortaleza), que celebra seus 22 anos de existência, mostra, sem dúvida, o quanto cresceu e amadureceu nesse período. Desde as primeiras edições, ocorridas no Parque do Cocó (quando já estive presente na 2ª edição) e depois mudando para o Condomínio Espiritual Uirapuru – CEU, a evolução foi mesmo à altura do objetivo: atrair e evangelizar.

Pude observar algumas coisas importantes, a começar da parte externa: menos folders de políticos, o que era horrível aquele desespero para ganhar o eleitor. Já dentro da estrutura a surpresa veio já com as acomodações dos banheiros femininos e masculinos, que agora são feitos em containers: cabines individuais, iluminação, portas, descarga, pias com água no corredor e seguranças. Algo realmente digno!

O espaço cultural ficou melhor e bem mais organizado. Não temos mais aqueles galpões calorentos. Agora é ao ar livre e não existe mais o congestionamento para se deslocar, mesmo com grande público. O espaço radical tem mais evangelização interativa e que prende os jovens. O Palco Alternativo parece estar sendo uma grande atração em 2018. As bandas locais escolhidas estão com grande público, estrutura bonita, boa iluminação e com ótima qualidade do som. Deus também ali está fazendo a sua obra de amor.

Tenho que falar, é claro, do espaço Halleluya Kids (crianças). Ao meu ver, sempre foi o mais precário, mas a coisa mudou, graças a Deus! Próximo à Arena Principal, hoje ele acontece numa estrutura residencial grande: portal na entrada, vários espaços, iluminação, organização, lanchonete, areninha de louvor e adoração, jogos, palco para as atrações, decoração, todo o chão na alvenaria. Sinceramente e finalmente o Halleluya Kids agora é um evento digno! Parabéns aos organizadores! Parabéns aos colaboradores que um dia tiveram poucas condições, mas fizeram a sua parte.

Por fim, na Arena Principal, a lotação não está apenas no sábado, mas também em outros dias, talvez por causa das atrações melhores organizadas. No entanto, o momento da Adoração ao Santíssimo Sacramento continua a ser o acontecimento mais importante e mais empolgante. Exatamente ali acontecem coisas surpreendentes com a ação da graça de Deus. Desde a condução, as músicas até o silêncio e passagem do Santíssimo no corredor, a sensação é que cada pessoa se sente única ali presente e que Deus realmente a vê e concede o seu abraço de acolhida, amor e misericórdia.

É a Adoração ao Santíssimo Sacramento que gera em nós a certeza de que o que realmente vale a pena é viver no amor de Deus!

Por: Antonio Marcos
(Foto: comshalom.org / 2018)

2018-07-28

Halleluya 2018: Higor Fernandes canta o amor de Deus que vale mais e emociona os jovens




À noite do dia 27/7/2018 no Festival Halleuya, o Palco Alternativo teve a presença especial do músico HIGOR FERNANDES, que apresentou ao público jovem canções já conhecidas que falam do amor de Deus e que é capaz de tudo suportar, da vocação, da necessidade de seguir sempre os caminhos do Senhor!

O público agitou, gritou e rezou com Higor Fernandes, que é membro da Comunidade de Aliança Shalom, e com onze anos de inserção na música católica, o artista já participou de vários serviços da Comunidade. Autor de um Projeto independente, CD AVANTE (8 músicas / 4 de sua autoria) Os anos de missão na música católica é um chamado de Deus.

Higor Fernandes tem um grande carisma em cantar e alegrar os jovens. Uma das canções falava que “não volto atrás”. Segundo ele, ouvir aquilo o ajuda a pensar na vontade de Deus e que não deseja mais viver a experiência do passado. O amor e a felicidade que vem de Deus são bens que valem mais do que qualquer prazer do mundo. Uma apresentação inesquecível e emocionante!

Por: Antonio Marcos
(Foto: Shalom / Vídeo: Arquivo Blog – Halleluya 2018).

Halleluya 2018: Pe. Fábio de Melo canta a proposta do amor de Deus e emociona



Pe. Fábio de Melo esteve no Palco Principal do Festival Halleluya à noite de sexta-feira, 27/7/2018. A lotação da Arena mostrava bem claro o quanto ele era esperado, exatamente pelo seu carisma evangelizador, suas bonitas canções e por aquelas “falas” que ele costuma passar em seus shows e que acabam atingindo a muitas pessoas. Deus fala por meio de suas mensagens!

Não foi diferente no Halleluya de 2018. Pe. Fábio de Melo cantou canções que marcaram a vida da Comunida Shalom, Mensagem Brasil, Walmir Alencar, Anjos de Resgate, Ziza e outros. Ele falou de amizade, de transformação interior, da necessidade de se acreditar na vida nova, independente dos nossos erros e de tudo aquilo que tenha nos deixado tristes e desacreditados do amor de Deus. Olhando pra lua com toda a Arena Halleluya, disse: “Vejam, as nuvens passam, mas a lua permanece com sua luz radiante. Assim são os nossos problemas, nossos desafios, eles passam e Deus nunca desiste de nós. Ele permanece porque o seu amor nunca passa! Desfaça-se do que não o ajuda a ser mais de Deus e nasça para uma vida nova!”

Pe. Fábio de Melo, além de emocionar a Arena Halleluya, falou do que descobriu com o Shalom e o próprio Halleluya, valores que marcaram a sua vida. “Esta foi uma proposta que deu certo. Tudo o que foi pensado e  feito foi exatamente para que você possa preparar a sua alma e sentidos para escutar a Deus, falar com Ele. Você não foi uma proposta que deu errado, porque a vida de felicidade está dentro de você. Deus está, acima de tudo, dentro de você!”

No final ele concedeu uma benção especial a todos os presentes e pediu para cada um deixe nascer o desejo de conhecer melhor o amor de Deus!

Por Antonio Marcos
(Foto: Shalom / Vídeo: Arquivo Blog 2018 - Halleluya)

A vivência litúrgica e sacramental na Comunidade Shalom


A Assessoria Litúrgico-Sacramental é um setor da Comunidade Católica Shalom. Ela começou no ano de 2001, a pedido do nosso Fundador, no intuito de promover uma adequada vivência litúrgica e sacramental na Comunidade e na Obra segundo o Carisma Shalom. Por meio dos mais diversos trabalhos que fazemos, queremos levar todos a uma vivência experiencial com o Mistério de Cristo e, para isso, elaboramos formações litúrgicas e desenvolvemos a produção de materiais sacros, tais como: Ícones na técnica bizantina e em tecidos (panôs), pinturas sacras, paramentos litúrgicos (toalhas para altar, casulas, túnicas, estolas, véu umeral, panos sagrados), projetos de capela e oratórios familiares. Tudo produzido criteriosamente a mão, elaborados dentro de uma dinâmica de simbolismos que expressam a Beleza do Cristo e a grandeza de celebrá-lo.

Fonte: www.comshalom.org
(Foto: Arquivo do Blog 2018  - Festival Halleluya)

Por Antonio Marcos

2018-07-27

Halleluya 2018: Deus tem seus propósitos e seu tempo




Um dos pontos importantes no Festival Halleluya (quinta-feira, 26/7/2018) foi a apresentação da cantora Suley Façanha, Missionária da Comunidade Católica Shalom. No início da mesma ela contou brevemente o seu testemunho vivido nos últimos meses quando não conseguia gravar o seu mais recente trabalho: EP SUELY FAÇANHA ACÚSTICO.

A falta de voz, a passagem do tempo e o tratamento a deixavam apreensiva, mas, confiando-se inteiramente a Deus recebeu dele uma cura durante a celebração da Eucaristia. O tratamento prosseguiu e em poucos dias ela voltou para o estúdio e conseguiu gravar o disco, que foi lançado nos últimos dias e pode ser encontrado em todas as plataformas digitais.

Disse Suely Façanha:

Muitas vezes é preciso saber esperar, porque o tempo é de Deus. As provas são um desafio, mas confie em Deus, porque tudo passa! Até mesmo o nosso amor humano acaba, mas o amor de Deus nunca passa! Saiba que tudo o que a gente fizer não vai fazer Deus nos amar menos. Nada no mundo vai nos separar de Deus! Tenho a minha história de superação, provei da fidelidade de Deus mais uma vez, mas você também tem a sua história e comece hoje a creditar que Ele tem seus propósitos de amor e seu tempo!”

Por Antonio Marcos
(Vídeo: Autoria do Blog)

Halleluya 2018: Dj Roony deixa "os jovens malucos por Jesus"





Na segunda noite do Festival halleluya, quinta-feira (26/7/2018), a juventude do Palco Alternativo dançou muito, vibrou e cantou com o DJ ROONY MOURA, Pernambucano da cidade de Recife, 22 anos. Podemos considerar que o artista é mesmo muito profissional e inovador!

Diz a sua nota no Perfil pessoal do Facebook:

Dj Roony se apresenta em todo o Brasil sempre com hits católicos para os jovens. Aos 16 anos trocou a musica secular pela cristã. Inspirado pelo Espírito Santo, vem exercendo a sua missão concedida por Deus e conquistando o público por onde tem passado em todo o país.

Em 2016, gravou o seu primeiro DVD ‘’A história de um DJ’, onde partilhou toda a sua experiência vivida no Acampamento PHN, Canção Nova. No início de 2018 lançou o seu primeiro single autoral: ‘’Não Pertenço Mais ao Mundo’’, canção que expressa a sua consciente decisão pelo chamado de Deus.Uma forma jovem e inovadora de evangelizar através da música eletrônica Cristã, tem impactado crianças, jovens e adultos, transmitindo uma explosão de alegria aos seus corações.

Testemunhando a ação de Deus em sua vida, Roony Moura deixa um rastro contagiante do amor de Deus por onde passa. Seu trabalho de evangelização é considerado de referência na música eletrônica Cristã na Igreja Católica.

Por Antonio Marcos
(Vídeo: Autoria pessoal do Blog / Foto: Dj Roony)